segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Deixa eu descobrir com você,

Posso não saber quantos palavrões você fala por frase, nem quantas vezes você quebrou alguma parte do corpo. Posso não saber direito seus vícios, seus gostos, mas reparo bastante nas suas manias. Posso não saber detalhes da sua vida. Mas eu te amo, e estou aqui para aprender tudo sobre você, estou aqui para fazer parte da sua história. Vamos passar um final de tarde rindo em qualquer parte da cidade, me conte de quando você era menor, me conte seus sonhos, alguma curiosidade engraçada ou algo nem tão engraçado assim, deixa eu aprender um pouco mais. Deixa eu me descobrir com você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário